Fechamento Abril 2021

Olá, leitores! Este é o primeiro fechamento do Blog. Irei ambientá-los um pouco sobre como são os nossos investimentos e quais são nossas ideias. Aproveitarei também para apresentar outros assuntos além de investimentos.

Já adianto que nossas planilhas estão uma confusão, pois decidimos retirar todos os nossos investimentos do Brasil. Então, tive que criar outra planilha com os novos investimentos, a qual está sendo confeccionada em dólar, já que a antiga era em real. Importante ressaltar que a conversão de uma moeda para outra faz uma grande diferença no cálculo dos rendimentos e pode gerar imprecisões. Fora que dá um trabalho danado…

Hoje o nosso patrimônio está dividido em 3 partes: Fundo Sra. AF, Investimentos Antigos e Investimentos Novos. O Fundo Sra. AF é a nossa reserva para gastos extras do cotidiano, despesas com viagens, com trocas de carro, entre outros. Além disso, a Sra. AF fica responsável pelo aporte na previdência privada que temos. Fizemos essa previdência privada logo quando casamos… Hoje não seria uma escolha, mas sair dela no momento atual representaria uma perda de dinheiro, então, a patroa optou por continuar pagando. Em outras palavras, o Fundo Sra. AF é o dinheiro do qual nós realmente vivemos, uma vez que não há retirada de dinheiro dos investimentos. Ele é completamente gerenciado pela Sra. AF, que monitora os nossos gastos e aporta o que sobra do mês na poupança ou no Tesouro Direto de acordo com os planos de curto prazo da nossa família. A criação deste fundo é assunto para outro post, no qual a própria Sra. AF poderá explicar melhor como chegamos nesta solução. Este mês o Fundo Sra. AF obteve uma rentabilidade positiva de 0,54% em reais. A divisão percentual atualizada é:

O montante dos Investimentos Antigos está diminuindo drasticamente, uma vez que estamos migrando para os Investimentos Novos. Hoje praticamente é composto por ações, STOCKs e REITs. Para não pagar impostos, estamos vendendo ações dentro do limite de 20 mil reais por mês e STOCKs e REITs dentro do limite de 35 mil reais por mês. Em abril, a rentabilidade dos Investimentos Antigos foi negativa de 0,17% em reais. A divisão percentual atualizada é:

A terceira e última parte são os Investimentos Novos, que é toda em dólar e está fora do país. Os investimentos estão focados em ações (EUA e Brasil), via ETF; REITs (aqui não estão incluídos os REITs dos Investimentos Antigos); Commodities, via ETF; Criptomoedas e Bonds. Este mês os Investimentos Novos obtiveram uma rentabilidade positiva de 2,3% em dólar. A divisão percentual atualizada é:

Reparem que estamos com muito caixa em dólar e no caso de commodities a maior parte está em ouro. Isso se deve ao fato de estarmos receosos com a economia global, marcada pela alta euforia nos mercados e pela alta inflacionária, o que me leva a pensar que iremos ter tempestades pela frente.

O gráfico a seguir mostra, desde janeiro de 2012, um comparativo do acumulado da taxa de crescimento patrimonial mensal em real (+1022,25%) e em dólar(+289,47%) com o acumulado do IBOV (+108,4145%), do CDI (+114,96%) e o do IPCA (+66,72%). Claro que os aportes mensais ajudaram muito no crescimento do nosso patrimônio, mas, mesmo assim, considero o resultado muito bom, se comparado com o IBOV por exemplo.

Os próximos gráficos ilustram de forma mais simples o crescimento patrimonial em real e em dólar até o fechamento de abril de 2021, tendo como base o patrimônio de 2011 igual a 1 (unitário).

É desanimador comparar a curva de crescimento patrimonial em real com a curva de crescimento em dólar. Nossa moeda perdeu muito valor… Estamos com o mesmo patrimônio em dólar que tínhamos em 2019… Esse foi o principal motivo para decidirmos transferir todos os investimentos para uma moeda forte.

Em maio, nosso portfólio continuará sendo modificado. Provavelmente irei diminuir o caixa em dólar dos Investimentos Novos, balanceando a carteira. Espero também zerar os Investimentos Antigos o quanto antes.

Saindo dos investimentos, este mês consegui fazer atividades físicas regulares (corrida e natação) e comecei a pedalar com a bike que ganhei de aniversário da Sra. AF. É uma Mountain Bike, estou rodando só no asfalto por enquanto para reaprender a andar, mas espero testá-la em trilhas em breve. Terminei de ler o livro “Homo Deus”, de Yuval Noah Harari, e também consegui ler o pequeno ensaio “O que deve ser feito”, de Hans-Hermann Hoppe. Comecei a ler “O mito santificador”, de J. R. R. Tolkien” de Bradley J. Birzer. A leitura é interessante, deu vontade de ver a trilogia do “Senhor dos Anéis” novamente.

Até breve!

Sr. D.

Por muitas vezes me perguntei como é que todo homem ama mais a si do que a todos os outros, mas dá menos valor à sua opinião sobre si mesmo do que às dos outros sobre ele.

Marco Aurélio (121 – 180)

7 comentários em “Fechamento Abril 2021

  1. Legal, DAF! Ansioso pelos próximos posts!

    É uma dor a todo mundo ao comparar a evolução em real x dólar… vamos ver como isso se dará no futuro. Que nosso país possa levantar âncora e crescer!

    Abraços.

    Curtir

  2. Bom dia Sr. D! Conheci seu post hoje e vou passar a segui-lo dada a proximidade da estória de vocês com a minha…Uma dúvida… Não acha perigoso colocar todos os investimentos fora do país? Se não houver objetivo futuro próximo de sair do país, para proteger seu patrimônio era melhor manter uma proporção perto de 50/50 entre mundo/Brasil ao invés de passar tudo para moeda forte…No cenário de super inflação no mundo(como apontado no post), existe uma tendência de investimentos em países emergentes e, caso o Brasil seja minimamente inteligente e com a tendência de alta de juros, vai acabar tendo uma grande entrada de dólares no país e com isso queda do valor do dólar…Cuidado com a tendência de levar para os investimentos a nossa frustração com o país (também tenho essa tendência). Um grande abraço!

    Curtir

    1. Olá Nunes.
      Ficamos muito felizes por estar acompanhando nosso Blog.
      Hoje não acho muito perigoso colocar tudo fora. Tento analisar o cenário por ciclos. Acredito que estamos no final de um ciclo de alta, neste contexto, como o Brasil não é uma “ilha”, ele irá ser impactado ainda mais pelos próximos acontecimentos. Aqui ainda tem um agravante que poucos comentam, que é a dominância fiscal, meu maior medo. Mas nada impede em voltar a colocar dinheiro aqui, quando tivermos na “raspa do tacho” e boa visão de futuro.
      Forte abraço.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: